• Alex Fraga

Show – Picanha de Chernobill dia 9 em Dourados

Pela primeira vez em Mato Grosso do Sul, a banda que nasceu em Porto Alegre (RS), “Picanha de Chernobill” estará em Dourados no dia 9 de novembro (sábado) com um show mais que especial. A abertura será feira pelas douradenses Fractais e Dagata & Os Aluízios a partir das 21 horas no Posto São Judas Tadeu. Os ingressos já estão a venda, onde os 100 primeiros estão custando apenas R$ 15,00 e após R$ 20,00. A promoção do evento musical é do Céu do Mato - Eco Hostel.


A Picanha de Chernobill é uma banda de rock brasileiro que introduz o blues norte-americano, a viola brasileira do sertanejo de raiz, o baião nordestino, o bandolim e o riff de guitarra. Ela é formada por Matheus Mendes (vocal); Gordo Schmitt (baixo); Chico Rigo – (guitarra) e Diego "Baballo" Berquó (bateria). Dos seus álbuns são eles: “Picanha de Chernobill” (2009) (repercutido com a gravação da música “Vá” pela dupla sertaneja Chrystian e Ralf que está no álbum “Para Sempre Irmãos”), e “O Velho e o Bar” (2011), o qual foi gravado com o prêmio do show no festival “A Melhor Banda é Daqui” da cerveja Polar (ganho com mais de 28 mil votos, competindo com mais de 200 bandas).


A Airon Fidler Films, produtora áudio visual, foi criada para apresentar não só o trabalho do grupo, como também o de outros artistas que com os quais a banda divide ou dividiu palco. Isso tudo é registrado em clipes oficiais - como “Velhos Sonhos” e “Airon Fidler”-, teasers, ‘vídeo arts’ e documentários - que como exemplo, cita-se “Procuro Sonhos no Varal” (2012), que documenta a rotina de shows e viagens da turnê feita pela Picanha de Chernobill e Os Vespas, ambas bandas independentes, pelo interior e capital de São Paulo. Foram 12 shows em três semanas, que aconteceram em casas noturnas, faculdades, praças públicas e rádios.



Ampliou-se os horizontes da banda quando se criou um projeto para levar rock e a cultura brasileira para lugares menos privilegiados da cidade e que convivem com a violência e a pobreza. Em sua primeira edição, o “Rock na Comunidade” escolheu o morro Santa Teresa, na capital gaúcha. E foi muito bem aceito. O intuito é levantar essa bandeira no país inteiro.

Os novos ideais conduziram a banda a firmar o atual trabalho na cidade de São Paulo, atual residência do grupo, por ter abundância e diversidade cultural, multiplicando suas atividades ao ritmo da capital paulista com a “Picanha na Rua”, que são shows gratuitos em alguns dos principais pontos da cidade, maioria na região central, alternado em dois horários - ao meio-dia e ao fim da tarde, somando mais de 50 apresentações só neste ano, alavancando a popularidade do grupo. Ocorrendo memoráveis momentos como as grandes apresentações no aniversário de 460 anos de SP (no palco do Vale do Anhangabaú), na Virada Cultural, (que contou com um público de milhares de pessoas) e no Programa do Ratinho, em rede nacional, quando a banda estreou música “Venha Logo, Pegue Esse Trem”, além de outras apresentações pelo interior do estado. Ela é formada por Matheus Mendes (vocal); Gordo Schmitt (baixo); Chico Rigo – (guitarra) e Diego "Baballo" Berquó (bateria). Mais informações sobre o evento poderão ser obtidas pelo telefone (67) 9921-9413.

65 visualizações

© 2023 por O Artefato. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W