top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Poesia - Semelhante, por Atahyde Nery

Quinta-feira no Blog do Alex Fraga é dia de poesia com o advogado, escritor e poeta sul-mato-grossense Athayde Nery com "Semelhante".

Semelhante

Um dia, lá atrás, o

avistei fogoso de amasiar

com a rua.

Passados dez anos, o encontrei na esquina de um sol estridente. Era um respeitável

traste. Tornou-se o que buscava.

Quando começou,

calça alinhada, barba

feita, camisa de linho. Iniciava seu conluio

com calçadas e becos.

Cabelos prateados de

dor. Cor cicatrizada de tempo e fome. Não incomoda nem

poste.

Calos andavam em cada dedo. Solidão caminha ao

lado lhe abanando o rabo. Fuçando nossos

restos entulhados nas

calçadas.

Lá vai ele, na sua felicidade de rua.

Com orgulho de ser.

IN: “Tereré com água Guarani” pag. 57.


99 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page