top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Poesia - O velho e o vento, por Ilsyane Kmitta



Segunda-feira no Blog do Alex Fraga é dia de poesia com a professora universitária, poeta e escritora de Campo Grande MS, Ilsyane Kmitta, com O velho e o vento.


O Velho e o Vento


Vento que lentamente

Chega e invade

Leva sonhos

Apara arestas

Traz a saudade

Alargando as frestas

Do disparate dos distanciamentos


Do Beijo não dado

Do lenço branco e do aceno desfeito

Coração apertado

Não cabe no peito

Amores tem fim


Achados no chão da fábrica

Na sala de estar

Na reza, na festa

Do caminheiro a caminhar

O Velho segue aparando aresta

Sabe que não cabe blasfemar


Segue leve e fagueiro

Leva no alforge a solidão

Um cantil vazio

Pés no chão

Assombroso assovio

De andarilho do mar.


64 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

2 Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Guest
Mar 26
Rated 5 out of 5 stars.

Adorei,,,

Mayra Dantas ,- São José dos Campos SP

Like

Guest
Mar 25
Rated 5 out of 5 stars.

Muito lindo esse poema.

Suzano Marques - Ponta Porã MS

Like
bottom of page