top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Poesia - Interior, por Athayde Nery

Quinta-feira no Blog do Alex Fraga é dia de poesia com o advogado, escritor e poeta sul-mato-grossense, Athayde Nery, com seu "Interior".

Interior I


Feito homem, desço da mesa exausto. Chovia muito em mim. Encostei a cabeça no vento e desandei a contar gotas. Era todo desgaste. Olhar roto esvaindo, esvaindo em busca de gruta. Uma brisa passa. Uma brisa passa e tropeça em meu olhar. No ajuntamento, um girassol imenso, aberto e flertando comigo no meio daquela inanição vespertina! Girassol na chuva sorrindo pra mim!

II Manhãzinha, desço da cama. Feliiiz! Brilhava em mim um girassol. Piso num jardim que da lua é azul. Me visto de rimas abobalhadas e me vou. Um semblante de manhã vadia me chama. Começo a ligar passos rumo ao flerte que estancou o grito do meu olhar. Cada espaço extingue ranço. Toda flor lambe uma dor. Aaah! Minha saudade é o beijo daquela abelha fingindo que já vai embora. Uma brisa passa. Uma brisa passa e me colore. O menino. O girassol. O menino e o girassol conversam e se riem tanto, que horizonte tardio se achega já folgado de estrelas e com a lua enciumada.

IN “Silêncio Escancarado” 2a. Edição - págs. 42 e 43.


61 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント

5つ星のうち0と評価されています。
まだ評価がありません

評価を追加
bottom of page