top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Poesia - Estranha poesia, por Sylvia Cesco

Sexta-feira no Blog do Alex Fraga é dia de poesia com a escritora, poeta sul-mato-grossense Sylvia Cesco, com seu poema intitulado Estranha poesia.

Estranha poesia

Sylvia Cesco


Esses versos frágeis

e imprecisos

hão de me esconder dessas ausências

e escancarar

as versões mais doloridas

aprisionadas em profundas displicências

que sempre existiram

à flor da minha pele.


Furei os sinais ,

desmistifiquei avisos

para não colocar em risco a minha vida:

-Não há promessa

que contigo eu sele.


Hoje , sou o que sou

e isto já me basta.

E se um dia já fui plena

de uma gentil consciência, ,

a Poesia fez em mim a sua devassa.

19 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page