top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Artista - "A FLIB é um exemplo de valorização cultural!", diz Geraldo Azevedo

Fotos: Mauro Sergio Forasteiro - - -***

Um dos mais importantes artistas do país, o músico, cantor e compositor pernambucano de Petrolina, Geraldo Azevedo que completou em janeiro deste ano, 78 anos, fez o show de abertura da sétima Feira Literária de Bonito, ontem (5), na Praça da Liberdade, em Bonito (MS), afirmou que a FLIB é exemplo para outras cidades do país, pois valoriza muito a literatura e mescla com outras atividades culturais. Para ele, o Brasil voltou a "respirar" arte e principalmente a educação.

O artista que é autor de grandes canções poéticas como Dia Branco, Dona da Minha Cabeça, Táxi Lunar, entre outras fez grandes elogios ao evento. "Aqui em Bonito vejo que o próprio tema da Feira Literária é algo primoroso. Essa união da Leitura e Natureza é fundamental para que todos nós tenhamos consciência de que é necessário preservar e educar. Nosso país passou por tempos sombrios e agora estamos retornando gradativamente as coisas. Mas é necessário ainda fazer mais. A classe dos professores por exemplo ainda não é valorizada e ela é a base da educação. Temos sim que ter mais feiras literárias com essa integração maravilhosa. A organização está de parabéns por esse grande evento", comentou.


Geraldo Azevedo também indagou sobre a grande importância das mulheres neste contexto e que elas têm que estar sempre na linha de frente para que possamos formar pessoas do bem e mostrarem a força que têm dentro delas. "Minha mãe Nenzinha, sempre foi uma mulher que deu grande exemplo para nós e por isso digo que a força da mulher é algo diferenciando. Quando digo força não é no sentido da palavra transcrita no dicionário e sim espiritual e de alma. A educação é tudo para que possamos ser pessoas do bem e ajudar uns anos outros".

31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page