• Alex Fraga

TVE – Projeto Live 104 tem início nesta sexta com a banda Dkukas

Nesta sexta-feira (15), a banda Dkukas abre a série das quatro primeiras apresentações do projeto LIVE 104, idealizado para alegrar as noites das pessoas que estão em casa cumprindo o isolamento social, e também para ajudar músicos que ficaram sem atividades presenciais em razão da pandemia de covid-19. A classe artística foi duramente afetada pela pandemia e o projeto LIVE 104 será uma forma de atenuar a crise na classe artística de Mato Grosso do Sul. As apresentações serão transmitidas pela TVE Cultura MS, Educativa FM 104.7, Portal da Educativa e Facebook. Durante as apresentações será informada conta bancária do artista para receber doações voluntárias do público. Na TVE Cultura MS os shows poderão ser vistos no canal 4 em Campo Grande, 13 de Dourados e 15 da Net.


"Primeiro serão quatro shows já marcado, ao vivo, onde os artistas terão a oportunidade de receber doações através das próprias contas bancárias que serão expostas durante a transmissão, além de apoio cultural que os artistas terão a liberdade de citar ao longo das apresentações, sendo vedada a divulgação de varejo e bebidas alcoólicas", observa o produtor musical Marcus Barão, idealizador do projeto em parceria com a Fertel (Fundação Estadual Jornalista Luiz Chagas de Rádio e TV Educativa de Mato Grosso do Sul). As doações poderão ser feitas de qualquer valor. A arrecadação será integralmente destinada aos artistas, que farão o rateio com os integrantes de suas bandas.

Nessa primeira edição de estreia a Banda Dkukas, que hoje faz muito sucesso nas redes sociais, vai demonstrar seu talento, alegria e carisma. A banda já atingiu mais de 1.500.000 de pessoas na internet e tem mais de 300 mil seguidores no Facebook. Veja o calendário de apresentações e as primeiras quatro lives já confirmadas, que ocorrerão sempre das 21h30 às 22h45. Haverá outras apresentações ainda a serem confirmadas: Dia 15 – Banda D Ku Kas; Dia 22 – Duo vocal Américo e Nando; Dia 29 - Banda Tonho sem Medo e dia 6 de junho - Gustavo Vargas.



“A ideia é dar prosseguimento ao projeto, pois valorizar a regionalidade e diversidade musical é o objetivo das emissoras públicas de MS. Além de ajudar a classe artística, que será uma das últimas a retomar a atividade normal após a pandemia, estamos abrindo o espaço para que um segmento da nossa comunidade desenvolva seu papel cultural. Todos juntos vamos superar essa fase", afirma o diretor-presidente da Fertel, jornalista Bosco Martins. Mais informações e inscrições: 67 99921-0099. (Com informações Assessoria)

25 visualizações

© 2023 por O Artefato. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W