top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Teatro - “Todo Redemoinho começa com um Sopro” a partir desta quarta em Dourados

As apresentações serão realizadas no Núcleo de Artes Cênicas da UFGD até sexta

*** Aline Lira

Fotos Helton Perez/Vaca Azul Produções


Depois de duas temporadas com casa sempre lotada em Campo Grande, a peça “Todo Redemoinho começa com um Sopro”, agora, entra em cartaz no município de Dourados. É a Cia OFIT (Associação Cultural Oficina de Interpretação Teatral) que, põe o pé na estrada, fará apresentação do espetáculo no Núcleo de Artes Cênicas da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), nos dias 14, 15, 16 de setembro, às 20h. A entrada é gratuita e a distribuição de ingressos será feita por ordem de chegada do público.


A obra fará parte da programação da Semana Acadêmica e Pedagógica da UFGD. “A primeira sessão será realizada apenas para os alunos do curso de artes cênicas da Universidade. A finalidade é que eles possam observar, na prática, elementos aprendidos na disciplina de direção. As outras duas sessões serão abertas ao público em geral”, enfatiza o diretor da Cia OFIT, Nill Amaral.


Como um redemoinho que começa com um sopro, a trama da peça se desenrola a partir da chegada de dois jovens (interpretados pelos atores Ligia Prieto e Samir Henrique) até a casa de uma moradora que partiu. No imóvel, a dupla tem a missão de esvaziar e preparar os pertences para doações que ficarão a cargo de uma instituição beneficente a qual eles representam.


Uma tarefa que, à primeira vista parece ser simples, mas que no desenrolar da história promete surpresas, revelando descobertas estranhamente encaixotadas. Similar ao universo da escrita de Clarice Lispector, autora que é a grande inspiração da peça de teatro.


“Todo redemoinho começa com um Sopro” foi elaborada a partir dos ecos de uma outra montagem da OFIT, “No gosto doce e amargo das coisas de que somos feitos”, concebida no ano de 2007. Fruto dessa outra obra, a atual peça tem passado por novos alinhamentos, conforme exige as investigações cênicas da Cia OFIT, como destaca a atriz Ligia Prieto.


“Da concepção do espetáculo até aqui, creio que muita coisa mudou. Por mais que se tenha o desenho estrutural de quando estreou, no ano de 2020, é importante lembrar que um espetáculo quando nasce para o mundo, ele não nasce pronto. É aí que começa a sua trajetória, coisas que transpassam o texto e conectam as camadas das personagens, no palco, até chegar ao público”.


Além da semelhança com a complexidade das entrelinhas traçadas por Clarice Lispector, o trabalho ainda explora o diálogo com a linguagem audiovisual, como explica o designer de espaço e de visualidade, Gil Esper, que é também coordenador de cultura da UFGD.

“Eu e Rodrigo Bento somos responsáveis pela cenografia, iluminação. E as projeções ficam a cargo do Bruno Augusto que, na cena, faz das caixas verdadeiros telões”, enfatiza o artista que vê a curta temporada da peça, em Dourados, como um marco da retomada das artes na Universidade. “Este ano a gente não tem o festival de teatro, em função da pandemia, mas, também, em razão de recursos, porque até bem pouco tempo a universidade estava sob intervenção do governo federal, e isso chegou ao fim. Então, a peça vem como um ato simbólico e significativo, que é trazer um espetáculo de teatro de Campo Grande para uma retomada gradual da cultura na UFGD”.


Com dramaturgia de Éder Rodrigues e direção de Nill Amaral, o espetáculo conta no elenco com Nádja Mitidiero, Lígia Prieto, Samir Henrique e Luciana Kreutzer (participação em vídeo). Na coordenação de criação de espaço e visualidade da cena, Gil Esper; na iluminação e montagem, Rodrigo Bento; videografia e arte designer Bruno Augusto; assistente de vídeo Thiago Cunha e produção de Thays Nogueira.

Em curta temporada na cidade, “Todo Redemoinho começa com um sopro” é uma realização da Cia OFIT com a Facale - Faculdade de Comunicação Artes e Letras, da UFGD, Fecomércio MS, Sesc, Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) e Semc - Secretaria Municipal de Cultura de Dourados.


*** É Jornalista


23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Opmerkingen

Beoordeeld met 0 uit 5 sterren.
Nog geen beoordelingen

Voeg een beoordeling toe
bottom of page