top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Teatro - Grupo Sobrevento apresenta espetáculo nesta sexta e sábado

*** Flavia Freire *** - - -

O Grupo Sobrevento, pioneiro em Teatro para Bebês no Brasil e considerado, internacionalmente, um dos maiores expoentes brasileiros do Teatro de Animação, apresenta o espetáculo "Meu Jardim" , direcionado a bebês, com Entrada Franca, nesta sexta (7) , às 13h30 e às 15h30 (para educadores e alunos de creches públicas), e no sábado (8) , às 15h e às 17h, para o público familiar, no MARCO - Museu de Arte Contemporânea de MS (Rua Antônio Maria Coelho, Parque das Nações Indígenas, 6000, Campo Grande / MS).

O espetáculo dura cerca de 45 minutos e destina-se a um bebê (0-3 anos de idade) com um acompanhante. Para proteger os bebês e garantir a qualidade do espetáculo, haverá reservas pelo e- mail info@sobrevento.com.br Os ingressos devem ser retirados até meia hora antes de cada sessão. As reservas caem 15 minutos antes de cada sessão, caso haja fila de espera. Será disponibilizado um máximo 90 lugares, por sessão. Um acompanhante extra ou outro espectador poderá ser admitido, caso haja disponibilidade de lugares, por ordem de chegada e a critério da produção. Os teatros serão especialmente preparados para receber bebês e seus pais, com assentos especiais para bebês, trocadores e brinquedoteca. Oficina Teatro para Bebês, coordenada por Sandra Vargas


O ESPETÁCULO - Apresentado em dezenas de cidades do Brasil, Espanha, França e Eslováquia, "Meu Jardim" traz o Teatro para Bebês, finalmente, a Campo Grande, com apresentações para crianças de 6 meses a 3 anos de idade e oficina para professores e artistas. Entediado, em meio a um deserto, um viajante decide criar um jardim. Mas como fazê-lo? A partir do texto da autora belga de origem iraniana Mandana Sadat, o Sobrevento compõe um espetáculo que fala de esperança, de sonho, do desejo e da possibilidade de transformar o mundo, em uma paisagem que poderia ser o Irã, como poderia ser o Brasil.

A montagem utiliza elementos visuais e sonoros próprios da cultura brasileira, que a aproximam da cultura iraniana e que, curiosamente, parecerão familiares a cidadãos de todo o mundo. A estrutura do texto original – publicado em um livro que se lê em idioma ocidental da esquerda para a direita e que se lê em persa da direita para a esquerda, compondo duas histórias semelhantes, porém diferentes – mantém-se nesta montagem, com a construção e a desconstrução do jardim. Uma desconstrução que deixa, entretanto, uma semente como presente de esperança e de possibilidade de recriação, ao alcance de todos nós.


Para o Sobrevento, criar um mundo, um jardim, do nada, no nada, como o faz em seu espetáculo, como o fez Mandana Sadat ao escrever o seu livro, como fez o público ao ter os seus bebês, é a crença de que há um mundo bonito a ser construído e de que a vida, definitivamente, vale a pena. Meu Jardim já foi apresentado em Madri, Santiago de Compostela e em diversas cidades da Catalunha (Espanha), em Charleville-Mezières (França), em Banská Bystrica e Hriňová (Eslováquia) e em todas as creches públicas e conveniadas de São Bernardo do Campo (SP), para aproximadamente 7.000 crianças de 8 meses a 3 anos, que nunca haviam visto Teatro.


O TEATRO PARA BEBÊS - Todo ser humano é pleno desde que nasce. A um bebê não falta nada. É capaz de se comunicar, de se relacionar, de se emocionar desde sempre. Entende tudo o que merece ser entendido. E isto é o suficiente e o importante para o Teatro, cujos elementos não são feitos de moléculas, de medidas, de quantias, mas de poesia, da poesia inata em todo ser humano.

Quando os nossos filhos nascem, aprendemos, juntos, um jeito de nos comunicar. Criamos formas de nos relacionar, de nos reconhecer. E terminamos por nos entender um pouco melhor. Este é o Teatro que o Teatro para Bebês quer ser: um encontro frágil onde cada atitude, cada gesto de cada participante, provoca novos resultados; um descobrimento, um novo olhar, um olhar de quem vê as coisas pela primeira vez e que é capaz de se maravilhar com elas.

É uma experiência inesquecível ver 80 bebês e mais de 100 pais reunidos no foyer de um Teatro, à espera do início do espetáculo. E ver, durante o espetáculo, como os pais – desarmados – se surpreendem com os seus bebês, do mesmo modo que estes se fascinam com o espetáculo. Compartilhando uma experiência poética, artística e não recreativa, de entretenimento. Em um ambiente carregado de emoção, surpresa, deslumbramento e poesia.


SOBREVENTO COMEMORA 35 ANOS

Em 2022, o Sobrevento comemora 35 anos dedicados exclusivamente ao Teatro. No seu percurso, com mais de 25 peças montadas e apresentadas no Brasil e em diversos países, consolidou-se, internacionalmente, como um dos mais destacados especialistas em Teatro de Animação e de Objetos.


Inquieto, arrisca-se constantemente em pesquisas insuspeitas e pioneiras, que ajudam a criar diversidade no fazer teatral, a valorizar o Teatro de Animação sob diferentes formas, a difundir um Teatro de Bonecos e Objetos para adultos e um Teatro para a primeira Infância e a descentralizar a produção artística no Brasil e no mundo.


*** É jornalista



Espetáculo MEU JARDIM, com o Grupo Sobrevento Ficha Técnica: Direção: Sandra Vargas e Luiz André Cherubini Atores-manipuladores: Maurício Santana e Luiz André Cherubini Coordenação da oficina: Sandra Vargas Músico: João Poleto Técnico de Iluminação: Marcelo Amaral Recepção do público e monitoria: Sandra Vargas Técn. Som: Sandra Vargas Diretor de Produção: Luiz André Cherubini Produtor executivo: Maurício Santana Produção Local: Marruá Arte e Cultura

11 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page