top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Show - "O Canto Delas": festival dedicado ao protagonismo feminino inicia nesta terça


*** Aline Lira *** - - - -


Por 5 semanas, o Blues Bar será palco do festival que exalta o talento de cantoras do MS. Com entrada franca, os shows acontecem às terças-feiras, a partir das 20 horas

- - - Dos streamings para os palcos. O Festival "O Canto Delas", que teve sua primeira edição em formato virtual, no conturbado período da pandemia no ano de 2021, agora, chega com nova roupagem em programação bem mais real e direta com o público. São os shows da segunda edição do evento que, de 4 de julho a 1º de agosto, serão realizados, ao vivo, no Blues Bar. A entrada é gratuita e os shows acontecem sempre às terças-feiras, a partir das 20h.


Na bagagem musical, o festival traz a experiência de montar um line-up formado 100% por mulheres que, nesta edição, aumenta o número de artistas para 15 vozes femininas. Desse total, três vozes irão embalar o público a cada noite com um repertório que passa por diversos estilos (Rock, Pop, MPB, Hip Hop, Jazz, Reggae, Samba, etc).


Com tanta diversidade no canto delas, uma coisa é certa: vem muita novidade por aí. Algo que deve surpreender o público e até mesmo quem já faz parte do projeto desde 2021, conforme garante o músico e idealizador do projeto, Jerry Espíndola.


“Ver todas essas mulheres no palco é sinônimo de potência e de muito mais qualidade pros shows. Para quem viu 12 artistas diferentes na primeira edição pela telinha, vai ser bem mais prazeroso, agora, ver os shows presencialmente ", pontua ele que também se inclui nesta viagem que promete arrebatar a todos. “Vai ser novidade pra gente e pro público porque desta vez vai ser presencial, o que não foi possível da outra vez em razão da pandemia”.

Para entender melhor a que Jerry se refere basta dar uma olhada nos 15 nomes que compõem a line-up das cinco terça-feiras de muita música. No dia 4 de julho, sobem ao palco: Ariadne, Nath Barros e Dany Cristinne. Na segunda semana, no dia 11 de julho, será a vez de Jacqueline Costa, Pretah e Beca Rodrigues garantirem a magia da festa. No dia 18, a animação fica por conta de Marcela Mar, Namaria e Lauren Cury. Em seguida, no dia 25, Gabi Barros, Mel Dias e Caramuja abrilhantam a noite. Já o encerramento do festival, no dia 1º de agosto, fica a cargo de Karô Castanha, Llez e SoulRa.


Na linha de frente, com a missão abrir a primeira noite de festival, no dia 4 (terça-feira) as cantoras Ariadne, Nath Barros e Dany Cristinne dividem não só a alegria de poder compartilhar o palco como a expectativa de dar voz a esse projeto que tem por objetivo valorizar a cena musical feminina de Campo Grande.


“Projetos que fomentam a carreira feminina sempre serão bem-vindos na nossa cena cultural. Vejo uma importância extrema nesse projeto, porque, infelizmente, o nosso estado ainda é bem segregador em termos de oportunidades não só para as mulheres como para as outras ‘minorias’. E, ter um artista que é referência aqui do MS [Jerry] com esse olhar que contempla mulheres, cantoras, certamente faz uma diferença positiva na nossa vida pessoal e artística”, avalia Ariadne.


“O Canto Delas deixa em evidência artistas com histórias fortes que contribuem para a música do Mato Grosso do Sul e, acredito que o festival vem como ponto de encontro em uma união de diferentes artistas, com diferentes estilos e, com certeza, só tem agregar para o cenário cultural e mostrar ao público o que há de mais atual na nossa cena musical”, diz Nath Barros.


Mais do que uma vitrine de talentos, o Canto Delas procura reunir no palco diversas vozes femininas que em uníssono direciona a nossa atenção ao potencial artístico regido por mulheres que há na nossa Capital. Contexto que a cantora Danny Cristinne faz um paralelo com o dia a dia enfrentado por diversas mulheres no campo profissional.


“Em termos de protagonismo, o nosso estado ainda está aquém do ideal para nós, mulheres, e digo de uma maneira geral, em todas as áreas. Na música, o festival vem com uma grande importância porque, no MS, ainda vemos poucas mulheres nas grades de bares e festivais. Acredito que o festival também vem para propor essa reflexão, abrir a mente das pessoas, e apontar a riqueza de mulheres, artistas, com música autoral, com talento e, O Canto Delas, vai possibilitar essa proximidade com diferentes públicos”.


Por falar em diversidade, a programação está bem variada seja pelos diferentes perfis femininos como pela cadência da setlist escolhida por cada uma delas. “O repertório é totalmente livre, teremos músicas autorais, pois temos várias compositoras no elenco, mas, temos grandes intérpretes que irão apresentar releituras, inclusive de compositores regionais”, revela Jerry que detalha, “Os shows terão duração de 50 minutos cada, oferecendo a nós a oportunidade de conhecer de perto o trabalho de 15 artistas do MS. Também é a chance para fortalecer a cena e fortalecer a nossa identidade sul-mato-grossense”.


O projeto “O Canto Delas” conta com investimento do FMIC - Fundo de Investimentos Culturais, aprovado em edital por meio da Sectur - Secretaria de Cultura e Turismo de Campo Grande, órgão vinculado à Prefeitura Municipal de Campo Grande. O festival conta ainda com o apoio da Engepar.


Todos os shows serão filmados e disponibilizados no Youtube, no canal que leva o nome do projeto. Lá, também é possível conferir as apresentações da primeira edição do festival realizado em 2021 e assim ter uma ideia do que vem por aí.


Serviço - O Festival “O Canto Delas” será realizado todas as terças-feiras, de 4 de julho a 1º de agosto, a partir das 20h, no Blues Bar - Rua 15 de novembro n.º 1186 - centro de Campo Grande. Mais informações sobre o festival pelo Instagram e Facebook (@ocantodelasfestival).



*** É jornalista



35 visualizações1 comentário

1 Comment

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Maria de Lourdes da Costa
Maria de Lourdes da Costa
Jul 03, 2023

Sucesso total

Like
bottom of page