© 2023 por O Artefato. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W
  • Alex Fraga

Show – Maria Alice leva seu “Sertões” nesta sexta-feira no Sesc Morada dos Baís

Nesta sexta-feira (5), uma das várias opções culturais em Campo Grande e que vale muito a pena ir, é o show “Sertões” da cantora Maria Alice, considerada uma das melhores do Estado. Esse trabalho ela já apresentou no Teatro do Prosa – Sesc Horto, em Bonito na Feira de Literatura e também no Teatro Glauce Rocha. Agora é a vez do Centro Cultural Sesc Morada dos Baís, a partir das 20 horas.Um trabalho que merece todos os elogios possíveis desta grande artista.


Em texto de divulgação pela sua assessoria sobre o trabalho dela, diz que mostra que em “Sertões, a cantora reúne músicas que são pérolas do cancioneiro popular, com matizes sonoras bem definidas e que normalmente não se misturam. Unindo os sertões sonoros do Brasil, o show traz um repertório de sucessos do Nordeste, do interior paulista-mineiro-goiano e da fronteira sul-mato-grossense. O resultado é um passeio por clássicos que já estão no inconsciente coletivo brasileiro, como “Assum Preto”, “Poeira” e “Mercedita”. Os arranjos e a direção musical de “Sertões” são do violonista Pedro Ortale, com os instrumentos acústicos dominando os arranjos. Além de Pedro Ortale, “Sertões” conta com a participação de excelentes músicos, como Ivan Cruz (violão), Renan Nonato (acordeon), Ediclei Calado (contrabaixo), Chico Simão e João Pedro Ortale (percussão). Maria Alice frequenta desde criança a fronteira paraguaia, na região de Maracaju, para passar as férias na casa dos avós.


A cantora é filha de pai cearense e mãe sul-mato-grossense, sendo o Mato Grosso do Sul o estado que escolheu para viver e onde reside desde os 14 anos. Autores consagrados da música brasileira e de países da fronteira oeste com o Brasil compõem o rico repertório do show “Sertões”, que teve estreia em setembro último, na capital: Luiz Bonan, Serafim Gomes, Luiz Gonzaga, Zé Dantas, Humberto Teixeira, Angelino de Oliveira, Juan Galeano, Frederico Molas, Vital Farias, Dino Franco, Tião Carreiro, Piraci, Almir Sater, Paulo Simões, Mário Palmério, Lourival dos Santos, Zacarias Mourão, Flor da Serra, Ramón Sixto Rios, Celito Espíndola, Alfredo Karam.

“Sertões” reflete este imaginário afetivo “cearense-fronteiriço” de Maria Alice e revela uma intérprete tarimbada, uma das principais artistas da música do Mato Grosso do Sul. Mais informações sobre o trabalho da cantora pode ser encontrado no site da cantora www.mariaalice.art.br.

29 visualizações