• Alex Fraga

Show - Após dois anos, Banda Pulse retorna aos palcos neste sábado

A banda campo-grandense Pulse, formada pelos músicos Raphael Maia (voz e violão), Bruna Maia (Backing vocal), Marcio Armoa (Guitarra solo), Bruno Freitas (Guitarra Teclados e voz), Eric Phil (Teclados), Xandão Orives (Baixo), Daniel Bueno (Bateria) e fazendo uma participação especial, o saxofonista Nelson Weis, após quase dois anos sem fazer shows devido a pandemia, retorna neste sábado, a partir das 21 horas no Blues Bar (Rua XV de Novembro, 1186). Seus componentes querem "Floydiar" numa noite que promete muito, com as belas e eternas canções da banda britânica de rock formada em Londres em 1965. O som do Pink Floyd ganhou seguidores como rock psicodélico e se destacaram por suas composições longas, pela experimentação sonora, pelas letras filosóficas e pelas apresentações ao vivo criativas, o que levou a se tornarem uma banda líder do gênero do rock progressivo.

A história da banda Pulse surgiu em outubro de 2005, o músico Raphael Valente reuniu seus amigos Bruno Freitas e Eric Higa em sua casa, na "Média Room" – uma pequena sala-estúdio onde reunia seus amigos para rodas de violão, filmes e tereré. Dentro dela, após gravação informal da música Melissa (The Allman Brothers Band), fomentou-se a ideia de se criar uma banda. A partir disto, Gabriel Rapchan , também do círculo de amizades, foi convidado a assumir as baquetas. Formava-se, então, a Sky-Eye, que começou apresentando-se em festas particulares e no Posto dos Poderes, primeiro local público que a acolheu: um grande laboratório. Depois de Gabriel, outros grandes bateristas passaram por ela: Leonardo "Dog" e Felipe Lira.


Sempre acompanhando a trajetória do grupo, com sua voz afinada, Mari Maia, prima de Raphael, se uniu ao time como backin' vocal. Ivo Shibayama, colega de profissão de Eric Higa, aderia ao final de março de 2006, permitindo assim, por meio da musicalidade de seu teclado, que as grandes obras-primas do Pink Floyd pudessem finalmente ser reproduzidas. Dessa forma, a banda pôde ser oficializada, então se denominando PULSE, homenagem ao show Pink Floyd P.U.L.S.E.


O rock "progressivo" dos ingleses do Pink Floyd inspira 100% dos seus músicos pela complexidade e riqueza de detalhes de suas composições, pela exteriorização da alma nas suas harmonias, pelos timbres perfeitos e, principalmente, pelos solos hipnotizantes de Gilmour.O movimento grunge faz-se presente na música contagiosa de Pearl Jam, Stone Temple Pilots e Alice in Chains. Há ainda a influência dos setentistas Lynyrd Skynyrd, Doobie Brothers e The Allman Brothers Band. As bandas brasileiras preferidas são: Barão Vermelho e Mutantes. (Com informações da Confraria Floydstock)

80 visualizações0 comentário