• Alex Fraga

Samba – Grupo Zuera retorna após 25 anos em Live neste domingo

Os compositores Edson Conceição e Aloísio Silva escreveram: “Não Deixe o Samba Morrer”, uma das canções mais conhecidas no gênero e que fez muito sucesso na voz de Alcione, faz jus ao título quando do retorno em Live neste domingo (25), a partir das 12h30, de um dos grupos de samba dos anos 90 que fez muito sucesso no Mato Grosso do Sul: “Zuera”. Com isso as pessoas que gostam de uma boa música poderão ouvir cinco grandes artistas fazendo o que há de melhor neste ritmo que tanto o brasileiro gosta.


Bibi do Cavaco (Carvalho), Néio de Jesus, Tonico da Viola, Cristiano Negão e Niltinho Moron resolveram depois de mais de 25 de ausência juntos no palco, dar esse verdadeiro presente para todos que gostam de samba. Na Live vão tocar grandes sucessos da época e algumas autorais já que após a separação cada um seguiu para fazer trabalho solo. Apenas Wlaumir que atualmente reside em São Paulo e Bicudo que por motivo pessoal não estarão presentes. No entanto, sem dúvida alguma será um momento inesquecível!



O Zuera foi o primeiro grupo de samba a gravar um disco (vinil) desse ritmo em Mato Grosso do Sul. O lançamento realizado no Clube Estoril em Campo Grande levou na época mais de 5 mil pessoas (algo inédito em termos de shows na cidade). Em todas as suas apresentações os sambistas conseguiam lotar os locais e tinham suas agendas sempre cheias. Mas o tempo passou e cada um seguiu seu caminho. Neste domingo os “caras” do samba retornam com uma Live que será transmitida pelo Instagram bibidocavaco, diretamente do Refúgio Escritório Bar com grandes surpresas.

53 visualizações0 comentário

© 2023 por O Artefato. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W