top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Reflexão - Tonhão Boca de Porco - O Pix, por Sylvio D Prospero

Segunda-feira no Blog do Alex Fraga é dia de texto de reflexão do escritor e poeta de Curitiba (PR), Sylvio D Prospero, com Tonhão Boca de Porco - O Pix


TONHÃO BOCA DE PORCO - O PIX

Finalmente o sol deu sua cara e ontem de tarde dei uma chegadinha no Antro Etílico, boteco que costumo frequentar, e ao chegar, lá estava Tonhão Boca de Porco, meu amigo de bar, que logo me cumprimentou e mandou o Saidera, o dono do Boteco, servir uma Liza pra mim. Agradeci e me sentei no meu banquinho, e Tonhão sentou-se no degrau ao meu lado, e foi logo falando: - Seu Silvo, tô doidim atraiz di um tá de piqules, ú sinhô sabi onde í qui eu achu issu, pra pudê, fazê uma comprinha lá prá casa? - Você deve estar falando do Pix Tonhão - respondi - que é um sistema bancário que o governo criou para facilitar a população para os pagamentos, as transferências de dinheiros, e sem custos. - Isssssúúú memo, seu Silvoooo!!!! Falou eufórico e com os olhos brilhando. - Í ondi qui é qui eu incontru isso seu Silvo??? Olhei pro meu amigo, e lhe expliquei como funciona, e o que é preciso para se usar o Pix e ter facilidade e sem custo, para fazer as compras. Tonhão ficou me olhando, com cara de quem entendeu tudo, pediu duas Lizas pro Saidera, o dono do Boteco, me ofereceu uma e lentamente foi despejando a sua goela abaixo, deu um estalo de lábios no final, e com a cara, agora de espanto e de entendido, com sua voz rouca e mansa concluiu: - Táííí seu Silvo, intindi tudu... í é prá isso intão quí ú guvernu deu prá nóis ú tar seisssentão, í artorizô us bancu prá dá prá nóis o tár crédito cunsiguinadu pra nóis podê comprá ú cilular!!!! Olhei pro meu amigo, bebi minha Liza, enquanto Tonhão se levantava, me dando um tapinha no ombro, gritando pro Saidera: - Déci mai duas Liza Saidera, uma prá mim otra prú seu Silvo, põim na minha conta quí nú finar da semana eu págu cum o pliquis!!! Depois de sorver a Liza estalando a lingua nos labios, lá se foi o Tonhão descendo rua à baixo, assoviando o Hino Nacional, enquanto eu, apenas ria saudando meu amigo de bar!!! (Véio D'Prospero)

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page