• Alex Fraga

Reflexão - Tonhão Boca de Porco - Dia do Amigo, por Sylvio D Prospero

Nesta segunda-feira, mais um texto do escritor e poeta de Curitiba (PR), Sylvio D Prospero, com mais uma do "Tonhão Boca de Porco" com o Dia do Amigo.




Hoje de manhã eu estava em pé, pois o banquinho foi pro conserto, no Antro Etílico, boteco que costumo frequentar, quando meu amigo de bar Tonhão Boca de Porco entrou todo sorridente, pediu duas lizas, me ofereceu uma e segurou a outra no ar; - Bati aquí seu Silvo, e mim dá um abraço. Abracei o Tonhão, que estava com lágrimas nos olhos, tocamos os copinhos e descemos as lizas goela abaixo. - Obrigado Tonhão, mas qual a razão desta comemoração? Perguntei. Tonhão me olhou com serenidade, ainda com lágrimas nos olhos e meio que emocionado respondeu, com a voz embargada: -Seu Silvo, ví na TVzinha, qui hoji é u dia du amigo, e o sinhor é meu miór amigo!!! Pediu mais duas lizas, tomou uma num gole só, me ofereceu a outra, bateu com a mão no meu ombro, sorriu, virou as costas e foi embora sorrindo. Tomei a liza oferecida pelo Tonhão com o coração apertado, sentindo os olhos molhados pelas lágrimas, de felicidade, e com a certeza de que alí estava meu amigo, não de bar, mas de coração, Tonhão Boca de Porco!!!!!!

Véio D'Prospero

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo