• Alex Fraga

Reflexão – “O mês de Junho”, por Sylvio D Prospero

Segunda-feira, dia de texto de reflexão no Blog do Alex Fraga do escritor e poeta de Curitiba (PR), Sylvio D Prospero intitulado "O mês de Junho".



Quando entrava o mês de junho, na infância no bairro do Caxinguí em São Paulo, tudo mudava no bairro.

As lojas, as padarias, as farmácias, tudo transmitia a alegria e a doçura das festas juninas, festas caipiras como se falava.

As bandeirolas de papel, o mastro com as três imagens dos santos padroeiros, Santo Antônio, São Pedro e São João era visto por toda parte, especialmente no pequeno coreto da igreja de Santo Antônio do Caxinguí, que abria suas portas para os demais santos participarem da festa.

No Grupo Escolar Senador Adolfo Gordo, onde a criançada como eu estudava, a festa estava presente o mês todo, com quadrilhas (não confundir com grupos políticos) dançando músicas típicas no recreio, e as comidas correndo soltas, paçocas, pipocas, doce de batata doce, de abóbora, amendoim hummmmm!!!

Para mim o melhor era a festa no final de semana na quermesse da igreja, a fogueira, as músicas tocando, todos vestidos de "caipira", e minha prenda, menina por quem eu era apaixonado e, que apenas se aproximava de mim para pedir um pedaço do meu doce, que eu dava todo feliz com o coração batendo forte e corria comprar mais, esperando ela vir pedir novamente.

As alegrias da infância nos faz saber que momentos simples ficam marcados na memória, aquele amor de infância, como um balão enfeitado, subiu e se misturou com as estrelas ficando marcado no céu da minha recordação, que se manifesta nos mês de junho, com gosto de festa e alegria.

Nesta época costumo olhar para o céu à noite e fico tentando adivinhar qual estrela é a minha "prenda caipirinha", que subiu com o balão, num mês de Junho, da minha infância.


(Véio D'Prospero)


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo