• Alex Fraga

Reflexão - Manhã de Sol, por Sylvio D Prospero

Segunda-feira, no Blog do Alex Fraga. o texto de reflexão do escritor e poeta de Curitiba (PR), Sylvio D Prospero, com seu texto intitulado "Manhã de Sol".


REFLEXÃO - MANHÃ DE SOL


***(rabiscada em janeiro de 1983, mas que representa muito nos dias de hoje)

Os pequenos raios do sol se entremeiam pelas frestas da janela, ultrapassando a escuridão do quarto. Como raios laser, demonstram pequenas partículas de pó, que estão suspensas no ar e finalmente se encontram com as paredes e com as cobertas esparramadas sob meu corpo. Como luz de vida, aqueles pequenos fachos me fazem refletir sobre a razão do amanhecer. Novos motivos de viver, novos sofrimentos, novas alegrias, mais um pedaço do tempo que falta para alguma situação acabar, acontecer ou mesmo continuar. Me espreguiço, cerrando os olhos com força, como se fizesse o cérebro se espremer, tirando-o dos sonhos e o colocando-o de novo na realidade. Levanto, ouvindo o canto repetido de um canarinho, abro a janela e me deixo banhar pelo jato de luz quente, com cheiro de terra e flores. Difícil de encarar a luz, então me deixo banhar por ela, aspirando o ar e deixando-o entrar em meus pulmões e permitindo que o sangue, como um trem de ferro, o transporte para o espremido cérebro, clareando minha mente. Me sacio do amanhecer... E com a certeza de que ele jamais vai me abandonar, me preparo para o repetido dia à dia e a certeza de que, sempre existirá um novo amanhecer. (Véio D'Prospero)

21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo