• Alex Fraga

Reflexão – Diário de uma Idosa IX, por Joana Prado Medeiros

Mais um texto de reflexão da historiadora, professora universitária, poeta e escritora douradense, Joana Prado Medeiros em seu Diário de uma Idosa.



Garrei a imaginar tecendo amor contigo... Sonhando acordada você chegando...Diz, que eu acabei de fazer almoço e você beija minhas mãos de cebola aperta meus braços flácidos e diz que é tão gostoso, sussurra em meus ouvidos: veste aquele vestido que gosto, hoje vamos sair. Fico tresloucada passo a tarde a deslindar meu corpo. Tomo banho de cheiros, canela nos punhos para atrair o amor. Coloco aquele vestido preto e um colar de pérolas estilo Greta Garbo e te recebo como rosas no jardim... Saímos, você com voz de Ray Charles sorrindo me conduz e assim vamos jantar a luz de todas as velas, você pacientemente me ouve me percebe e me sente e vice versa...Eu compartilho tuas idas e vindas....Sorrimos erguemos as taças e brindamos a vida...A vida com compromissos dos filhos e netos... Não temos pressa e nem cobranças, caminhamos levemente por colchões tão conhecidos e agora tão novos... Ouço sons de sinos e você desnuda meu corpo e minha alma... Entregues, gordinhas mãos me afagam... Sou uma menina mulher em seu peito e tu és um menino homem em meu compasso... Respiramos o amor maduro sem análises e explicações... Acordo... Sonho lindo tão lindo!!!... E juro que sei que você está à caminho...Sei que está. Te espero, vamos! Vamos ouvir músicas clássicas tomando vinho... E depois bem depois soverte...Irei lamber teu corpo... Vamos... O amor suspira!!! o tempo não tem idade...Só de deitar em seu peito já é luz....Vem, o amor é mais que meias e vestido preto postado ao chão.... É mais que charutos cubanos e chapéu... Deixe os diplomas vem, vamos sair por ai e se amar em qualquer cantinho...Vamos!


( Joana Prado Medeiros - 15/02/2021) É pandemia.

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo