• Alex Fraga

Reflexão - Diário de uma Idosa 91, por Joana Prado Medeiros

Sexta-feira, último dia de 2021, texto de reflexão no Blog do Alex Fraga com o Diário de uma Idosa 91, da historiadora, professora universitária, poeta e escritora de Dourados (MS), Joana Prado Medeiros.

Desmotivada, destituída, desarticulada, desengonçada, "desbilolada"... Estou! Chego aos avessos na véspera da véspera do primeiro dia do ano de 2022. Não vejo graça nem no fim e nem no início... São apenas bolinhas de linhas vividas feito nó que se enlaçam uma nas outras e assim feito corrente acorrentam acontecimentos uns inesquecíveis outros esquecidos...E outros nem uma coisa e nem outra. Vida vivida refletida e concebida ... Nem sempre concedida...Amortecida nos tecidos frios das mortes de olhos abertos a morte de olhos fechados descabida abraça choros ... O estômago colado olha choroso costelas que emite o som dos desvalidos...Caminha com roupas de carmim os sonhadores. Os homens de bem alvos e soberbos ergue taças banham suas mãos vis de champanhe... Pirilampos humildes nas ruas comem ossadas. Braços dão braçadas sofás nadam...Ruas são salas. Estrelas cobertores. Desaprendi de aprender e nem quero...Desaprendi de querer só não desaprendi de sentir...

( Joana Prado Medeiros - 30/12/2021) É Pandemia.



30 visualizações0 comentário