• Alex Fraga

Reflexão - Diário de uma Idosa 63, por Joana Prado Medeiros

Nesta quarta-feira, no Blog do Alex Fraga texto de reflexão da historiadora, professora universitária, poeta e escritora de Dourados (MS), Joana Prado Medeiros, com seu DIário de uma Idosa 63.

Esta poça d'água é o meu espelho preferido...Esta maior ao lado da ilha (antes não tinha esse gramado tinha um matinho e sementes de árvores de flamboyant) Esta é "a quadra do meu coração" Um dos meus caminhos...Um caminho que guardo com imenso amor...Início dos anos 70 até os anos 80 e 90 eu caminhava sem lenço e com documentos e cheia de sonhos e quando chovia caminhava pela garoa cantarolando borboletas e juventude e tinha o costume de "PARAR" ao lado dessa poça olhava minha imagem nela refletida...E minhas várias caretas, muitas vezes eu sentava no meio fio e chorava... Minhas lágrimas caiam e misturava com a chuva fininha (eu depois ficava com bronquite) e limpava o nariz e jogava a cacá nesta pocinha e formava pequenos círculos lindos, lindos. Sempre, sempre que por ai passava eu parava e ainda paro (como estou fazendo agora) neste local...Especialmente quando chove...Para me encantar e encantada deslindar e deslizar vida. Lembrando que nossas ruas, nossos caminhos, nossas estradas e as trilhas são estrelas e faróis que nos guiam..." residem em nós" . Bom, no meio do caminho tem uma poça. Está quadra é na Rua Ciro Mello uma quadra antes do portão de entrada da casa das freiras e da Escola Imaculada Conceição...(Este local é pertinho da minha casa e dentro do meu coração) Dourados, MS- Brasil, planeta terra...

(Joana Prado Medeiros - 16/09/2021) É Pandemia

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo