• Alex Fraga

Reflexão –Diário de uma Idosa 48, por Joana Prado Medeiros

Sexta-feira, reflexão no Blog do Alex Fraga, da historiadora, professora universitária, poeta e escritora de Dourados (MS), Joana Prado Medeiros com Diário de uma Idosa, 48.

Quero existir na gaveta do teu TCC, em teu diploma engavetado ou pendurado. Existir além do Lattes. Quero existir em cada ser que luta por liberdade, em cada ser que apanha maços de espinhos na trilha da justiça social... Quero existir no ontem no hoje e no amanhã. Quero compor o elenco dos desassossegados. Dos que aqui vieram vestindo a roupa dos inconformados... Que pisam estrelas, comem luas e respiram ventos. Serpenteiam águas e amam fogo... Queimam líquidos e comem feridas...Quero existir...Vestir o corpo que me é dado e não me pertence e esfregar a pele no que está em cima e está embaixo. Quero existir! Na noite escura de poucas estrelas...Quero existir nas raízes das árvores e nos telhados frios...Nas luzes das janelas e nos teclados em silêncio, quero existir! Sob o som das motos de gente fantasiadas que entregam vida...Quero existir na música da porta que se fecha...No quadro de giz que embala sonhos...Quero existir na geladeira fria na toalha xadrez da mesa sozinha...Quero existir no céu que levanta...Que lentamente apronta um novo amanhecer...Quero existir, Camarada em cada ato político teu, em cada voto em cada luta em cada vitória em cada desaparecimento... Existir nas lutas renovadas contra a opressão e o autoritarismo... Em cada canto em prol da liberdade um pedacinho meu há de brilhar..


.( Joana Prado Medeiros - 29/07/2021) É pandemia.

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo