• Alex Fraga

Reflexão - Diário de uma Idosa 114, por Joana Prado Medeiros

Quarta-feira no Blog do Alex Fraga é dia de texto de reflexão da historiadora, professora universitária, poeta e escritora de Dourados (MS), Joana Prado Medeiros, com seu Diário de uma Idosa 114.


DIÁRIO DE UMA IDOSA 114


Hoje, percebo com flacidez o meu lugar no cosmos. Olho para os quatro cantos do mundo e me vejo inteira, vejo meus olhos vivos a cantar a vida. A solidão, a lua e a terra formam o tripé que sustenta o quadro da minh'alma. Que lentamente é pintado com as cores dos ventos e das folhas soltas nas asas do pássaro azul. Que chora o arco-íris ao som das trombetas dos dias vividos. Agarro o aro dourado do amor desenganado...Do amor diluído em chamas flamejantes ainda grudados na ponta da flecha do cupido traído...Hoje, neste neste canto imperfeito nesta noite fria meu corpo arqueja em reverência à que veio... Só entregue a cosmogonia de cara lavada... Me sinto velhinha no pergaminho jovem do meu riso fácil.


( Joana Prado Medeiros - 20/05/2022) Cuidado ainda é pandemia.

25 visualizações0 comentário