• Alex Fraga

Reflexão - Diário de uma Idosa 111, por Joana Prado Medeiros

Quarta-feira, no Blog do Alex Fraga é dia de texto de reflexão da historiadora, professora universitária, poeta e escritora de Dourados (MS), Joana Prado Medeiros, com seu Diário de uma Idosa 111.

DIÁRIO DE UMA IDOSA 111


Ontem eu não me encontrei...Procurei nas quinas do sofá e no mofo da sala um resto sequer de meu olhar e não encontrei. Toquei o amarelado dos álbuns teu riso franco e disforme encobria o meu. Fiz um tour pelas gavetas desvairada... E em cada meia em cada envelope teu olhar me vendo. Abro o maleiro cheirando tempo e teu bafo esquentou meu rosto. Revirei as cantoneiras das velhas fotografias procurei vestígios de minha presença sem ti e não encontrei. Em meus cadernos teu nome com

flechas e corações fisga o dia de busca. Na última página do meu livro preferido tem o endereço de mim: " 25 de junho de 1977 em uma festa de São João" quando você me capturou. Ainda hoje procuro por mim no espelho quebrado do tempo.


( Joana Prado Medeiros - 03/05/2022) acabando a pandemia - será

23 visualizações0 comentário