• Alex Fraga

Poeta - O índio invisível, por Paulo Portuga

Quarta-feira no Blog do Alex Fraga é dia de poesia do professor, músico, poeta e escritor de Dourados (MS), Paulo Portuga, com seu: O índio invisível.

O índio invisível


O índio invisível Indivisível múltiplo ser O índio invisível Indizível que ninguém quer ver...


Caminha na margem da estrada Assim como na vida Sobe a fumaça preta Do pneu queimando No meio da pista Atrapalha o progresso A carreta de soja e de bois Chega a polícia Na TV outra notícia...


Mas ninguém quer saber Se matou foi o índio Se roubou foi o índio Se está pedindo é o índio Se bebeu só pode ser o índio...


Índio invisível Que ninguém quer ver...

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo