top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Poesia - Versos concretos, por Carlos Magno Amarilha

Sexta-feira no Blog do Alex Fraga no espaço de poesia é dia dos poemas do escritor e poeta de Dourados (MS), Carlos Magno Amarilha, com "Versos concretos".

VERSOS CONCRETOS


Quero cantar versos

com ritmos e muitas rimas

Quero cantar somente

versos de alegrias

Mas não posso

existe o lado social ...

Maria levantou cedo e fez

o café da manhã

para todos lancharem

Severino arrumou

as coisas para trabalhar

levou Joãozinho para escola

e deixou Maria no emprego

enquanto isso:

a cerca elétrica

o cadeado

o cachorro

ficam de zóio na casa


(In: Asas Urbanas, 2019, p. 61).

217 visualizações7 comentários

Posts recentes

Ver tudo

7 Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Carlos Magno Mieres Amarilha
Carlos Magno Mieres Amarilha
Aug 05, 2022

agradecido aos leitores do poema concreto

Like

Maria Aparecida Bolzan
Maria Aparecida Bolzan
Aug 05, 2022

Legal demais!!!!

Like
Carlos Magno Mieres Amarilha
Carlos Magno Mieres Amarilha
Aug 05, 2022
Replying to

que a poesia sempre esteja radiante nas leituras de agradecimentos

Like

Elias Borges de Campos
Elias Borges de Campos
Aug 05, 2022

Um lado que a vida não esconde. Beleza, poeta!

Like
Carlos Magno Mieres Amarilha
Carlos Magno Mieres Amarilha
Aug 05, 2022
Replying to

Valeu grande poeta

Like

Frank Cegildo da Silva
Frank Cegildo da Silva
Aug 05, 2022

Realmente poeta, temos que cantar o lado social com amor e dedicação. Afinal, as reflexões são imprescindíveis nesse momento. Parabéns! Pela atitude e coragem.

Like
Carlos Magno Mieres Amarilha
Carlos Magno Mieres Amarilha
Aug 05, 2022
Replying to

muito obrigado por ler e participar

Like
bottom of page