• Alex Fraga

Poesia - "Uma rosa para Val", por Sylvia Cesco

Sexta-feira no Blog do Alex Fraga é dia de poesia com a escritora e poeta Sylvia Cesco, com seu poemeto intitulado "Uma rosa para Val".


Uma rosa para Val

Sylvia Cesco



Não chore, menina Val. A vida,

pode acreditar, ainda é bela.

Veja lá no céu quantas estrelas

brilhando pra você.

Elas também choraram

ao ver as suas rosas arrancadas

até suas raízes

pelas mãos de subalternos aprendizes

desses cruéis tiranos infelizes

que existem por aí.



Eu sei, menina-anjo, eu sei :

-matar roseiras é coisa de gente ruim.

Ontem foram os bichos; hoje são as flores;

amanhã serão os homens, as mulheres e as crianças.

-Aliás, quem disse que esse amanhã já não chegou?

Veio com tanta violência, com tanta crueldade,

explodindo escolas, hospitais e ruas da cidade

esparramando ódio, provocando dores

com bombas orquestradas pelos homens maus.



Não chore, anjo Val.

Um dia, essa maldade há de ter um fim

e verá sorrindo suas rosas multicores

brotando e renascendo nesse seu jardim

onde pousarão os bandos gentis de beija-flores,

de louva-deus e borboletas fiandeiras.

E compreenderá que os homens poderosos

“ podem matar, uma, duas ou três rosas,

mas jamais conseguirão deter a primavera inteira”

57 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo