top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Poesia - Travessia, por Maranhão Viegas





Sábado no Blog do Alex Fraga é dia de poesia com o jornalista, poeta e escritor de Brasília (DF), Maranhão Viegas, com Travessia.


Travessia


Sempre que posso,

olho pra trás e vejo o

quanto caminhei.


É um exercício peregrino.

Descobri nas leituras.

Olhar pra trás nos

dá a exata noção de

quem somos. De

onde saímos. Aonde

estamos e para onde

podemos ir.


Ao nos tornarmos

sabedores do

passado, nos

permitimos planejar o

que se põe à frente.

O tal, futuro.


É um exercício

solitário. Silencioso.

Pessoal e

intransferível. Não é

pretensão.


Está mais para

reflexão do que

qualquer outra coisa.


Reflito sobre as

frestas do meu

caminho. Sobre

as curvas, sobre

as ventanias e

trovoadas. Sobre

altos e baixos. Sobre

o sabor salgado das

alegrias. Sobre a

doçura do amor.


E assim, refletindo

sobre o que é

tudo e também

nada, estabeleço

as dimensões

de conteúdo e

continente.


Me enxergo maduro,

sem ter perdido o

dom de ser menino.

Agradeço a proteção

dos meus santos e

orixás. E comovido,

ouço o som dos

tambores que fazem

dançar minha alma.


E me comovo, pela

travessia daquilo que

nos acostumamos a

chamar de tempo.


Inorbel Maranhão Viegas

Brasília, 14/02/24

23 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

2 comentários

Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Ainda sem avaliações

Adicione uma avaliação
Convidado:
17 de fev.
Avaliado com 5 de 5 estrelas.

Muito bom

Curtir

Convidado:
17 de fev.
Avaliado com 5 de 5 estrelas.

Parabéns

Curtir
bottom of page