• Alex Fraga

Poesia - "Tentati (vãs)", por Sylvia Cesco

Sexta-feira no Blog do Alex Fraga é dia de poesia com a escritora e poeta Sylvia Cesco, com seu poemeto intitulado Tentati (vãs).


Tentati (vãs)

Sylvia Cesco


Cortei uma lágrima ao meio

depois noutro meio e mais outro

picotei tudo em retalhos

virou um monte de pérolas

de duas ostras incrustadas

no fundo do meu decote.


Colhi uma amora roxa

mordi a fruta no dente

engoli louca semente

tingi com ela minha boca

o véu, a blusa o vestido:

virei dona quaresmeira

a que foi sem não ter sido.


Amarrei laços de fita

em meus sapatos de vento

pra poder te alcançar

e me fazer de bonita:

-quem sabe tomavas tento

e desfiavas meus fios

e me amarravas num tronco

e me colavas ao teu lombo,

me alinhavando arrepios:

tecelão de febre e frio

que me enrodilhas em teu ventre

feito saci ou serpente

conforme te dá telha

pra alumiar meu instinto

de mil passarinhos famintos.

87 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo