top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Poesia - Silêncio, por Ilsyane Kmitta,

Atualizado: 13 de mai.


Segunda-feira no Blog do Alex Fraga é dia de poesia com a poeta e escritora de Dourados (MS) Ilsyane Kmitta



Silêncio


Dos silêncios que me assaltam

Guardo apenas saudades

São momentos de êxtase

Memoráveis e únicos

Não cabe reprise

Meus passos ecoam

Compassos sem ritmos

Confabulam e se misturam

Não cabe a mesmice

Sou tomada de assalto

Me regozijo

Me refaço

Sou estilhaço

Sou fera, sou bicho solto

Envolto por nebulosas

Que dão cadência aos meus passos.

33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page