• Alex Fraga

Poesia - Sentimentos confusos tomam meu Ser, por Narinha Lee

Domingo no Blog do Alex Fraga o espaço é para Narinha Lee, poeta e escritora do Estado com seu poema "Sentimentos confusos tomam meu Ser".

Sentimentos confusos tomam meu Ser A sua gentileza estendida incomoda o meu amor individual. Nítida tradução de que sou apenas uma igual... Do contrário não existe nenhum sinal que m'alma aqueça e que me amanheça, que seja forte e que me entorpeça...

Platonizar o amor é desatino, isso é escolha, não é destino...

Amor! Como vivê-lo sem tê-lo ou ser dele um peregrino?

A via tem que ser de mão dupla pra não haver colisão, é assim mesmo pras coisas do coração!

Amor não correspondido se torna um amor bandido e precisa ser resolvido. Sem constrangimentos isso tem solução, eis aí a questão: É só jogar pro alto os sentimentos, deixando o vento levar como fumaça no ar... Assim pode-se mergulhar na agua azul do lago da Paz e para o amor sem sentido, a gente olha o chão e grita: AQUI JAZ!


Narinha Lee



63 visualizações0 comentário