• Alex Fraga

Poesia - Sensibilidade e emoção em letras de Ra Poesia

A poeta Ra Poesia com toda sua sensibilidade mais uma vez vem com um poema que mostra uma realidade em dois extremos.



em noite de sol ausente,

a cidade capenga sem luz,

a tv e o poema trazem coisa triste

e uma garrafa de blues.

cada canto do alto

chove chuva e chuvisca,

o olho é corixo isolado, alagado,

e já nem pisca.

o amanhecimento então se demora,

longe dessa chuvação.

o tempo longe descansa,

enquanto se cansa o coração.

cada canto dessa cidade

se transborda de toda gente,

as vias da cidade e da respiração se interditam

em noite de sol ausente.


rAqUeL.

61 visualizações0 comentário

© 2023 por O Artefato. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W