• Alex Fraga

Poesia - "Sem Medo", por Mirian Camacho

Sábado no Blog do Alex Fraga é dia de poesia com a cantora, compositora, poeta, professora de dança e artes, Mirian Camacho, com seu: "Sem Medo".


SEM MEDO


Eu, do alto de um morro, solicito ao universo mais um tanto de tempo bom... Agradeço o que já tenho e sem medo nem receio digo o quero mudar. Quero casa pra toda gente, com flor na porta e direito a bom dia . Quero ver o poder repartir o pão, a terra e lugares que cabem tantos. Quero tudo misturado... a cor, o amor e a amizade... Porque mais que tudo, quero igual pra toda idade, preto e branco, feio ou bonito, menino pobre, menino rico. Quero ler nos livros o que cada um tem pra contar, SEM MEDO. Quero ver a música gritar a tão sonhada liberdade , SEM MEDO. Quero ver a senhora que mora no morro onde eu subi, beijar a testa do filho, abrir o portão e deixar ir, SEM MEDO.... sem medo...sem medo...

Ah como eu quero, como eu desejo que se abram as cortinas e as mentes, que limpem as lentes e enxerguem os corações na cor de nascença... todos iguais. Aí então... seremos todas as cores, amores, dores e gente jogando a mesma semente no chão da terra que é de todos desde que alguém que não sei quem descobriu... A história conta, mas o dono nunca se viu. Não tem, não tem... É de todos, não é de ninguém.

De tanto querer, de emoção cansada, de lágrima caída, adormeço aqui, no alto do morro onde eu subi. Amanhã será outro dia e com muita alegria ei de querer tudo outra vez... Quem sabe logo ali, em um momento escolhido, o povo junto e atrevido escolha um mesmo querer... SEM MEDO... sem medo... sem medo.

É sobre querer bem que eu escrevo.

37 visualizações0 comentário