• Alex Fraga

Poesia - Saga de Boiadeiro, por Gerson Camargo

Terça-feira no espaço de poesia do Blog do Alex Fraga, é dia do poeta e escritor de Rio Brilhante (MS), Gerson Marques Camargo, com seu "Saga de Boiadeiro".

Saga de Um Boiadeiro


O boiadeiro se foi... Foi levando a boiada, passo a passo foi sumindo, sumindo, na curva da estrada.

O boiadeiro se foi... No rastro do boi de arribada, que de arribada ficou, se desgarrando da boiada.

O boiadeiro se foi... Foi cumprindo a sua sina... A sua casa é a estrada, seu této é o céu, seu descanso é as pousadas, sempre cavalgando ao léu.

Da janela... São lágrimas que cai, dos olhos de alguém que chora, chora, a dor de uma saudade, saudade de alguém, que a muito tempo foi embora, foi no rastro de um marruá, que da boiada se desgarrou, sua imagem foi sumindo, aos poucos se desfazendo, foi sumindo na curva da estrada, da estrada da vida...

Gerson Camargo

21 visualizações0 comentário