• Alex Fraga

Poesia - Penso que é saudade, por Mirian Camacho

Sábado no Blog do Alex Fraga é dia de poesia da cantora, compositora, professora de dança e artes, Mirian Camacho com: "Penso que é saudade".

Vim de onde o quintal contava histórias. Mesmo sem falar, falava um tanto grande pra eu sonhar. Ainda criança acreditava no quintal, enquanto no varal, voava meu jeito doce de sentir.

Eu pendurava cores Ventava amores Soprava risos nas folhas da mangueira que mesmo sem eira nem beira me dava teto. Afeto bom No bom tempo que fazia lá de onde eu vim.

Vim de onde a estrada era de terra. Todo passo deixava rastro, todo rastro era um desenho que eu fazia com o galho esquecido no chão. Grande demais pra fazer ninho, passarinho deixava ali. Eu então, criava vida na poeira que em vermelho voava pro meu sentir pulsando no varal.

Mora em mim o lugar de onde eu vim. Avermelhado, vez em quando arde o meu jeito doce de sentir. Penso que é saudade.

78 visualizações3 comentários