top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Poesia - Palavras ao Vento, por Cláudia Finotti



Domingo no Blog do Alex Fraga é dia de poesia com a poeta e escritora de Campo Grande (MS), Cláudia Finotti, com Palavras ao Vento.


Palavras ao Vento


Palavras ao vento não são para

o coração.

São palavras perdidas

difíceis de serem encontradas,

demoram a achar o caminho de volta.


Com o tempo, perdem a validação

ou se escondem, camufladas nas

brechas

deixadas abertas, como feridas

antigas

gemendo de dores amanhecidas

em contínuo abandono

de tudo que faz sentido entre idas e

vindas…


Vez ou outra, nessas relações rasas,

sentimentos nada profundos

boiam como Vitórias Régias

ostentando sua beleza irascível

numa “fortaleza” flutuante de curtas

rédeas.


Não posso me queixar

de estar rodeada por um mundo

vazio e sonso,

pois transborda em emoções cheias

de cores, odores, sentimentos

envelhecidos

encravados como punhal de prata

ferindo e sangrando mortalmente

minha pálida alma humana;


Que oscila em formas

à Imagem e Semelhança

de Meu Onipresente Criador

Vibrando frequência de Luz e Som

que personificam a Vida, e Vida em

Abundância

mesmo que a natureza dessa Luz

seja contornar formas

e projetar suas sombras.


Tudo que voa ou flutua para

longe

está vazio e leve, não!

Há cargas pesadíssimas

viajando distâncias infinitas e

insondáveis

driblando e conhecendo

o espaço físico em que

sua Real Natureza habita.

                                    

Cláudia Finotti



46 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Guest
Feb 11
Rated 5 out of 5 stars.

Palavras ao vento tesouro perdido,melhor que não voltem e não firam o coração, palavras ao vento tem força de maldade, martelo que bate prego, machado de lenhador que derruba mata, faça de dois gumes quando entra e pra matar .

Desculpe minhas palavras.

Belíssima poesia.

Maria de Lourdes da costa


Like
bottom of page