top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Poesia - O poeta está vivo, por Isaac Ramos

Seunda-feira no Blog do Alex Fraga é dia de poesia com o professor, poeta e escritor de Alto Araguaia (MT), Isaac Ramos com seu poema intitulado O poeta está vivo.

O POETA ESTÁ VIVO

(In memorian de Thiago de Melo)


Quando um poeta morre, “A estrela da manhã” se acende “Num campo de margaridas” e semeia “Silêncio e palavra”. Nas linhas da mão, a cicatriz de um “Narciso cego” É “Vento geral” que organiza o verso, É “Poesia comprometida com a minha e a tua vida”. Faz lembrar “Horóscopo para os que estão vivos”. E, na parede da memória, como a tábua de Moisés, Inscreve “Os Estatutos do homem”. A brisa do “Mormaço na floresta”, Diante da presença da poesia, Evoca “A lenda da rosa”, Pois “O povo sabe o que diz”. “De uma vez por todas”, Anuncio nas redes sociais: O poeta está vivo. Deixa “Manaus, amor e memória”. Thiago, “Faz Escuro, mas eu Canto: porque a manhã vai chegar” E, se não chegar, algum leitor haverá de ecoar o teu canto. Porque a poesia precisa continuar: “Vamos festejar de novo”, poeta. “Amazônia – a menina dos olhos do mundo” Levou o teu cântico para todos os cantos do planeta. E se a poesia nunca morre, o poeta está vivo. E assim haverá de ser, singela mente.


(Isaac Ramos) (14-01-2022)

22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page