top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Poesia - O Bicho Assombroso, por Carlos Magno Amarilha

Nesta sexta-feira no Blog do Alex Fraga é dia de poesia com o poeta e escritor de Dourados (MS), Carlos Magno Amarilha, com O Bicho Assombroso.


O BICHO ASSOMBROSO


os anos cobertos

na cobertura

elevou-se em andares sem culpas

a cada ida no elevador

novas escaladas em luvas


a cortina que era sempre trocada

regozijava os momentos

com a vidraça amiga

via-se tudo


o bicho estava nu

e morto

ao lado da televisão

na sala


as visitas/os moradores

os agentes da vigilância sanitária

garagista/porteiro/condômino


todos aprovavam a criatura perecida

[dependurado na parede

olhava e olhava para mim

disfarçava qualquer lado

olhava nos meus olhos


(sempre estranhei esses bichos como arte)

93 visualizações2 comentários

2 Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Maria de Lourdes da Costa
Maria de Lourdes da Costa
Sep 01, 2023

Belíssima poesia, sobre arte.

Like

Frank Cegildo da Silva
Frank Cegildo da Silva
Sep 01, 2023

Poema complexo, uma leitura reflexiva sobre certos gostos das artes, mas concordo com o poeta, decorar ambientes com bicho morto, não tem graça e nem enfeite, mas assombroso, arrepiante, saber que tem uma cabeça de um viado, ou boi, na sala vendo tudo... Valeu poeta!

Like
bottom of page