• Alex Fraga

Poesia - O amor entre a noite e o dia, por Gerson Marques Camargo

Nesta terça-feira, o espaço poético no Blog do Alex Fraga é com o poeta e escritor de Rio Brilhante, Gerson Marques Camargo com a poesia "O amor entre a noite e o dia".


O Amor entre a Noite e o Dia


Quando o sol indolente se vai, lagrimas descem dos olhos rasos, são as gotas do orvalho que cai, no colorido reluzente do acaso.


Quando a noite calada - taciturna, trás a lembrança que não fenece, ouve-se canto da ave noturna, vem a saudade, que no peito tece.


A noite, silenciosa e desnuda, O dia se despe sem pudor, a natureza não é muda, mas...se cala por um instante, porque o silêncio fala pelo amor.


Quando o sol beija a floresta, e um novo dia amanhece, a vida entra por uma fresta, e o verso da poesia agradece.

Gerson Camargo

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo