top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Poesia - No remanso de um rancho, a história de um amor, por Sylvia Cesco

Sexta-feira no Blog do Alex Fraga é dia de poesia com a poeta e escritora de Campo Grande (MS), Sylvia Cesco, com "No remanso de um rancho, a história de um amor".



No remanso de um rancho, a história de um amor.

Sylvia Cesco



Remos

arranham

os rios

que ruminam

restos

de luares .

Onde o dia?

-Derrubando altares,

ei-lo que chega .

( Não disse eu que viria?)


Rumos revelados

no olhar de Ana Lia:

redes em redemoinhos

rodopiam; ressoa uma reza

em louca agonia.


Também o seu homem

haverá de chegar

sem respingos

nem ruídos e os

ramitos de rosas

nas retintas mãos.


Os raros respiros

e as rasas ranhuras

raiarão entre os risos

realçando as rugas

na ruiva Ana Lia

e rarefeitos suspiros

rimarão em poesia

seu amor: Rui Ramiro

43 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
anamariafraga2015
Mar 31, 2023

Ao ler essa poesia lembrei-me de dias felizes da minha mocidade como era bom

Like
bottom of page