top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Poesia - Líquidos escombros, por Silvia Cesco



Sexta-feira no Blog do Alex Fraga é dia de poesia com a poeta e escritora de Campo Grande (MS), Silvia Cesco, com Líquidos Escombros


Sylvia Cesco

Líquidos escombros

Antes que a curva do rio

desapareça

das retinas dos meus olhos

e eu me esqueça

de te esperar à sua terceira

margem,

fico acenando junto à barra

deste dia

até que o triste escuro anoiteça

o canto dos bichos e dos peixes

entre as pedras, as águas e as folhas

manjedouras da minha santa paciência....


Amanhã- e sempre- haverá ainda

o mesmo barco de lembranças

a deslizar nas inconformadas águas

que escorrem dos meus olhos,

afundando a carne e os ossos das minhas esperanças

e sepultando-as nos líquidos escombros dos meus sonhos.

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires

Noté 0 étoile sur 5.
Pas encore de note

Ajouter une note
bottom of page