top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Poesia - Inverno, por Tânia Souza

Terça-feira no Blog do Alex Fraga é dia de poesia com a poeta, professora e escritora de Campo Grande (MS), Tânia Souza, com "Inverno".


inverno


há alguns dias, li em algum lugar que o inverno chegou

pero, era inverno só um nome

depois, veio inverno mesmo, amor.

para mim foi ah que frio, que água gelada não queria lavar louça

mas preciso

e nariz vermelho um monte de casaco

e trabalhar e ver a rua o frio o vento a volta o frio o vento a porta a casa

e dedinho congelado procurando calor no quente dentro da roupa

e saber que quando a gente se cobre até parece que felicidade existe

pois cobertor acolhe

- senão não


mas lá fora inverno é faca açoite

seja dia, seja noite, dói

frio é dor no osso mais que fome

que nos viadutos ruas e abandonos

grito que até timpanaria o mundo

mas voz não vem

no frio que queima e queima

até mesmo verbo treme e cala até cindir os sonhos


os abandonos hão de trincar os ossos do mundo

sim

e que seja logo

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page