top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Poesia - Insólito, por Isaac Ramos

Atualizado: 25 de jan.

Segunda-feira no Blog do Alex Fraga é dia de poesia com o professor universitário, poeta e escritor de Campo Grande (MS), Isaac Ramos: poema "Insólito".


INSÓLITO

(Isaac Ramos)


Alimento-me de esfinges!... Quando o poema me deserta Labirintos me atingem Verbos me fogem E estrelas não fulgem.

Mesmo assim danço Na incerteza das horas Banqueteio-me na dívida da dúvida Espero o presságio De versos sem ágio E nos ladrilhos de uma rua deserta Empino estrelas que rebrilham o insólito.


25 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page