top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Poesia - Gold Silva ou Gol de Freire, por Isaac Ramos

Segunda-feira no Blog do Alex Fraga é dia de poesia com o poeta e escritor de Campo Grande (MS), Isaac Ramos, com Gold Silva ou Gol de Freire


GOLD SILVA OU GOL DE FREIRE (Isaac Ramos)


GOL GOL de Letra GOL selváticO Nas linhas freáticas do pOema


O pOeta passa a bOla Deu em ArautO Deu em Ganga Mas O manifestO dO gOl intensivista Saiu em Sarã E a cuiabania cOmungou vanguarda

GOL de lavra GOLD Freire Águas de VisitaçãO É gOl cOnceitO


O IntensivismO É uma pepita encontrada em Cuiabá EnquantO pOetas lavravam nO meridianO A pOesia celebrava O cânOne nãO vistO

GOL de peixe RiO abaixO RiO acima EixO de feixe POeta da infinitude


GOL de campus GOL de ROndOn Deu nas Redes PássarO implume

GirO dO cOurO cru Faz bOêmiO Se tornar OleirO NOs Cadernos de Cultura BOleirO faz finta cOm palavras


O gandula retarda O futebOl arte E irrita a silva pena dO pOeta

Freire arma O barrOcO brancO Silva estende O cOncretO pOema Intensivamente Wlademir proclama “Serás líder dO teu pOvO Um pOeta não foge à luta!”

Após tantOs tentOs a gOleada se cOnsuma Uma multidãO atÔnita se aprOxima Vibra e cOmemOra O espetáculO de gala PrOpOrcionadO pelO artilheirO Silva Freire


É a pOesia da bOla, das redes e dOs gOls A cuiabania fisga O Olhar de um leitOr POr issO meu cOração de pOeta celebra setembrO AO ver nO fundO da página em brancO Um bugrinhO acendendO sOnhOs de tOrcedOres


(livro TEIAS E TEARES, 2014, p. 82-83)

21 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page