top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Poesia - Em "Deserto" a visão poética de Raquel Naveira


Uma das poetisas mais importantes do Mato Grosso do Sul, de uma maneira maravilhosa, mostra em "Deserto". angústia, realidade e esperança.

DESERTO

Raquel Naveira



Perseguido pelo dragão, Fugi para o deserto, Estava perto de mim, Debaixo da realidade.

Larguei tudo, Errei solitário, Longe da tropa, Em busca da essência, Das vozes do absoluto.

Vaguei por dunas brancas, Borboleta, Eremita, Serviram-me anjos Que me deixaram boquiaberto.

Demônios Foram meu tormento: Miragens, Bisões, O céu coberto De gafanhotos brutos.

Isolado, Afastado, Entreguei-me, Esqueleto Que se aconchega ao sol Para morrer, Secar E ser liberto.

Enfermo,

Com sede e fome, Tive uma experiência tão alta, Tão certa, Que mal posso descrever: Vi, de repente, Um caminho no deserto

e rios no ermo.

85 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

댓글 1개

별점 5점 중 0점을 주었습니다.
등록된 평점 없음

평점 추가
JESSE SALVINO CARDOSO
JESSE SALVINO CARDOSO
2022년 12월 21일

gostei da poesia em si, valoriza os diversos sentimentos que um docente passa na carreira , uma boa reflexão

좋아요
bottom of page