• Alex Fraga

Poesia - "Do lado de cá , faço asas do xadrez e voo", por Mirian Camacho

Sábado no espaço de poesia do Blog do Alex Fraga, a palavras poéticas da cantora, compositora, poeta, professora de artes e dança, Mirian Camacho, com "Do lado de cá , faço asas do xadrez e voo...".


Acordei num pé de guerra com um sonho desajeitado. Feito fruto estragado me levou pra um lugar azedo. Medo... que medo de ainda morar lá. Só de pensar dá nó no cabelo. De tanto virar na cama, uma e outra vez, me vejo em casulo num cobertor xadrez ...

Eita sonho sem jeito Mal sabe que o tempo passou feito vento, Levando embora do chão a telha, e eu... De pedra vermelha fiz um muro, nem conversa mole de tanto bater fura... Jaz ali uma história amarga misturada com terra seca... Não nasce mais nada não. O sonho azedo ficou de cara no chão, enquanto do casulo a borboleta, antes de voar fiz careta pra quem ficou atrás do muro.

Do lado de cá , faço asas do xadrez e voo...

26 visualizações0 comentário