top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Poesia - (Des)entendimento, por Sylvia Cesco



Sexta-feira no Blog do Alex Fraga é dia de poesia com a poeta e escritora de Campo Grande (MS), Sylvia Cesco, com (Des)entendimento.


(Des)entendimento

Sylvia Cesco


E se houvesse um pouco mais de azul

nestes versos que te escrevo,

me olharias com ternura?


E se eu te contasse que já juntei todas as luas

e macerei-as feito uvas em cachos, bem maduras,

pra saciar tua sede de iluminuras?


E se dissesse ainda que já andarilhei sem asas,

Feito tolo e inconsequente beija-flor perdido

em busca desse teu jardim sempre incontido?


Devo admitir: falhei em minha poesia.

E se houvera eu me revelado a ti

em versos pouco claros,

enigmáticos, herméticos e egocêntricos,

por certo

estaria hoje no topo do mundo

a gritar, sem véus, aos sete ventos:

-Faça-se a estética luz que enfim sou tua!


==========================================

46 visualizações3 comentários

Posts recentes

Ver tudo

3 Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Guest
Feb 02
Rated 5 out of 5 stars.

Candura de poesia, parabéns poetisa por lindos versos.

Like

Guest
Feb 02
Rated 5 out of 5 stars.

❤️😍❤️

Like

Guest
Feb 02
Rated 5 out of 5 stars.

Amei

Like
bottom of page