top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Poesia - Cuidado Menina, por Sylvia Cesco

Sexta-feira no Blog do Alex Fraga é dia de poesia com a escritora e poeta campo-grandense Sylvia Cesco, com seu poema intitulado Cuidado Menina.


Cuidado, menina!

Sylvia Cesco


Assim me disseram um dia:

“-Cuidado, menina, cuidado! Hoje é noite de lua cheia

que é o farol que (des)norteia

caminhos de almas penadas.”

E dei de viver em circunscritas luas

(des)aprendendo calendários de uma luz maior

que não permite sombras

nem a quebra dos necessários silêncios.


E fiquei a pensar que tudo não passou de um sonho

a andarilhança sem eira e nem beira

que esvaziou todos os sentidos,

todos os casuais mistérios e destinos

daqueles homens pobres de Poesia.

(Ou teria sido um pesadelo?)


“-Cuidado, menina”, eles me disseram,

“com certas estradas, de retas e curvas, asfaltadas,

onde estão morando estranhos pássaros

conhecidos por ferreiros,

a bigornar ao mundo incompreensíveis mantras

e a gritar em vão os seus berreiros”.


Mas não lhes dei ouvidos. E São Tomé que sou,

passei por tais caminhos invadidos

e onde o inominável se encontra.


Nem era lua cheia ou crescente

nem tão pouco nova ou minguante: Era um sol de meio-dia

desses que queimam os miolos dos humanos.

E, já distante, olhei os pássaros em algazarra

( não pude precisar se era farra ou velório à fantasia)!

Ai, que agonia ! Vontade de libertá-los desses desenganos

com os versos de Amor que existem na Poesia

16 visualizações0 comentário

Comentários

Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Ainda sem avaliações

Adicione uma avaliação
bottom of page