top of page
  • Foto do escritorAlex Fraga

Poesia - Calcanhar, por Athayde Nery

Quinta-feira é dia de poesia no Blog do Alex Fraga com o advogado, escritor e poeta de Campo Grande (MS), Athayde Nery, com Calcanhar


Calcanhar


Olá tempo vivido Estou cá de volta pra conversar contigo Difícil Risos esquecidos Lágrimas secadas Distâncias cheias de curvas Lembro-me do teu olhar Viajei Tomei de assalto Calçadas sem muro Ônibus sem passageiros Fumaça sem cigarro Uma cachaça bem tomada no amanhecer da ressaca Olhar pro céu sem nuvens e perceber você Querer te beijar em qualquer beira de esquina E te beijar, beijar até latejar a circunferência do globo Aquela invisível Caminhar como quem vai catar guavira Mato desgrenhado Cheio de joá carente Carrapicho na espreita Rio sem água Jacaré com cara de gente geralmente avança Eu quero parar sentar no meu calcanhar Pedra do lado jogar no coração do rio e ver o tempo descer para o mar...


IN: “Tereré com água Guarani” pag. 59

36 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page