• Alex Fraga

Poesia - "Barco Caseiro", por Carlos Magno Amarilha

Sexta-feira no espaço de poesia no Blog do Alex Fraga. Carlos Magno Amarilha, de Dourados (MS), historiador, pesquisador e poeta, doutor em Educação, mestre em História e presidente do Grupo Literário Arandu. Seu poema: Barco Caseiro

BARCO CASEIRO


No rio tem um barco

Que leva de um lado o remador

Do outro lado o guiador

Mas o que nunca falta é o pescador


No rio tem um barco

Que leva e traz pessoas

De um lado crianças e jovens

Do outro lado homens mulheres e coroas


No rio tem um barco sem velas

Feito todo de mato grosso do sul

Que vai buscar primaveras


Na minha casa tem um barco

Que é proibido de remar

Está na parede do quarto

Para não se afogar

215 visualizações2 comentários