• Alex Fraga

Poesia - "A Ausência", por Gerson Marques Camargo

Terça-feira no Blog do Alex Fraga no espaço de poesia, as palavras do escritor e poeta de Rio Brilhante (MS), Gerson Marques Camargo com seu poema intitulado "A Ausência".

A Ausência


Quando eu estiver ausente, ouça aquela canção que a gente ouvia, quando estiver triste pela minha ausência, ouça aquela canção que a gente ria.

Quando eu estiver ausente, e for o motivo da sua saudade, lembre-se que as melhores lembranças, são testemunhas da sua felicidade.

Quando eu estiver ausente, e a sua voz se calar, ouça a voz que vem de dentro, onde o silêncio fala por nós.

Quando eu estiver ausente, lembre-se das tardes de primavera, onde as cores de aquarela, enfeitavam o por do sol.

Quando eu estiver ausente, sinta a minha presença, mesmo que distante, o que toca na alma o coração sente, e a distancia é a luz do horizonte.

Quando eu estiver ausente, dos seus olhos as lagrimas rolar, lembre-se...as lagrimas rolam nos seus olhos, mas... desaguam no meu coração, como as águas indo para o mar.

Gerson Camargo

31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo